quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Facebookson é o nome dele!


Hoje em dia, na era das redes sociais, os casais modernos vem se formando através de perfis em diversos sites e aplicativos. Não vou mentir, já me inscrevi num aplicativo de namoro, mas não pus foto, nem data de nascimento, nem meu nome verdadeiro. Me falaram que não devemos nos expor muito na internet. Esse tal de Tinder é uma espécie de iFood, só muda a finalidade.

Hoje em dia as relações humanas existem apenas por tecnologias e confundem sexo com amor, futebol com seu país, Deus com religião e internet com a vida. Na maioria das casas a única maneira de reunir a família é desligar o Wi-Fi e esperar todo mundo vir reclamar. Passei uns dias com a minha mulher no interior e fiquei sem conexão durante este tempo. Graças a isso, percebi o que é mais importante na vida: a internet.

Mas um fato no mínimo curioso chamou a atenção do público recentemente. Um casal se conheceu pela internet, marcou um encontro, se conheceram melhor, namoraram até se casar. E como fruto dessa união, uma criança veio para coroar essa linda história de amor. Até aí tudo normal, até o casal Anderson e Janete decidir homenagear a rede social que se conheceram batizando seu filho com o exótico nome de Facebookson. 

Olha, eu estou na internet desde que computador era branco, ficava amarelado e tínhamos que colocar capa no teclado depois de usar. Ainda assim, não tinha visto algo sequer parecido. Anderson conta que somente conseguiu efetuar o registro na terceira tentativa, pois os funcionários do cartório não permitiam o nome que o papai queria colocar de inicio: Facebook. Então resolveu colocar Facebookson, uma mistura de Facebook com Anderson. Graças a Deus era um menino, pois se fosse menina o nome seria ainda mais estranho se seguissem a mesma lógica: Facebook + Janete = Facebookete. 

Nenhum comentário: