segunda-feira, 13 de abril de 2020

Feliz dia do beijo, mas sem beijo!


Hoje é o dia do beijo. Vale ressaltar que não é momento de beijar ninguém, mas para mim tranquilo, serve até de desculpa. A última vez que recebi uma mensagem de alguém querendo me beijar faz tanto tempo que nem veio pelo WhatsApp, foi uma pintura na caverna. Falando em caverna, entrei em uma e gritei:

- Eu te amo!

O eco respondeu:

- Eu também, mas como amigo!

Se antes da propagação do Coronavírus eu já estava mais por baixo que tapete de porão, imagina agora. O primeiro beijo pós quarentena, vai ser mais emocionante que perder o BV. Assim que passar essa quarentena vou sair por aí mais bem arrumado que burro de cigano e ver se dou sorte.

Coronavírus que vem fazendo as pessoas refletirem. Minha ex, por exemplo, beijou cem bocas no carnaval e agora está aí, passando álcool gel nas mãos de hora em hora. Depois do nosso último beijo ela me disse:

- Amor, você já percebeu que o vizinho ao lado antes de sair enche a mulher dele de beijo? 
- Já percebi sim! 
- Então por que você não faz o mesmo? 

Fui lá fazer e tomei três surras: da vizinha, do vizinho e da minha ex. 

Isso foi um dia depois que eu a surpreendi com uma deliciosa massa acompanhada de frutos do mar. Ela disse que tinha adorado o pão com sardinha.

Voltando a falar dos vírus, estou tanto tempo em casa que já estou mais angustiado que barata de barriga pra cima. Li que não é só Coronavírus que se pega através do beijo não, o Zika Vírus também. Mas eu não corro esse risco, não ando por aí beijando mosquitos.

E cá para nós, quem comemora dia do beijo é adolescente, adulto comemora o dia do pagamento. Para quem acha bom beijar na boca, deveria experimentar dormir depois do almoço e acordar só no fim da tarde agora na quarentena. Que delícia!

Eu vou parar por aqui. Vou ficar observando nas redes sociais as mulheres que têm bom gosto, afinal, a primeira coisa que reparo em uma mulher é o bom gosto dela. Se ela tiver, já sei que não tenho chance.

Nenhum comentário: