Pelo fim da intolerância religiosa!


O Dia Nacional de Combate à Intolerância Religiosa, celebrado em 21 de janeiro, foi instituído no ano de 2007 pela Lei nº 11.635 em homenagem à Mãe Gilda, vítima de intolerância religiosa e que nos deixou nesta data no ano 2000.

No Brasil há duas crescentes: a da diversidade e da intolerância religiosa. Sabemos que esse não é um problema só dos dias atuais, que lá atrás no início da história do Brasil já havia a catequização dos índios pelos padres jesuítas. Que em seguida, com a vinda dos negros africanos escravizados, o mesmo processo se repetiu. Hoje vemos traficante “gospel” mandando queimar terreiro na comunidade, entre tantos outros episódios tristes. Isso tem que acabar e hoje somos convidados a refletir.

Há uma metáfora que compara a religião com um jantar entre amigos, onde cada um pode pedir um prato diferente e ainda assim sentar à mesma mesa. Essa é a linha de raciocínio. Seja qual for a sua religião, Deus é amor, ele ensina o amor e temos que abrir nosso coração para aprender a amar quem pensa diferente.

Que este grafite do artista Eduardo Kobra que ilustra esse post nos sirva de inspiração e tenhamos um coração mais puro, para que juntos vivamos unidos em uma mesma oração.

Comentários

Postagens mais visitadas