"Pelé" estreia hoje na Netflix

Pelé é o Rei do Futebol. O Atleta do Século passado. Máquina de fazer gols, ao todo foram 1283. Três Copas do Mundo no currículo. Todos os títulos possíveis pelo Santos. Dentro de campo, nada se compara.

Mesmo assim, ao longo da história, o rei parece não receber tanto valor do torcedor brasileiro. Talvez porque já estejamos acostumados à sua imagem. Afinal, nenhuma outra personalidade está há tanto tempo em evidência no país quanto ele, que desde de 1958 quando brilhou na Copa do Mundo e trouxe nosso primeiro título mundial, não saiu dos holofotes.

Talvez seja também pelas polêmicas extra-campo. A falta de posicionamento contra a ditadura militar e contra o racismo fez com que muitos grupos o criticasse. O não reconhecimento de uma filha que mais tarde viera a morrer de câncer, também contribuiu para a imagem do rei do futebol fosse arranhada.

Entretanto, dentro de campo, ele foi o maior de todos e dificilmente será superado. "Pelé", o documentário lançado hoje pela Netflix, tem justamente como maior mérito nos lembrar da importância do jogador para a vida esportiva, política e cultural brasileira nos últimos 60 anos.

O filme, dirigido pelos britânicos David Tryhorn e Ben Nicholas, expõe o protagonista a assuntos que ele não se acostumou a enfrentar nas últimas décadas, como relações e posicionamentos políticos e até sua dificuldade para caminhar causada por problemas físicos e cirurgias na coluna e no quadril.

Eu, como eterno fã do rei, com certeza vou conferir!

Nome: "Pelé"
Ano: 2021
Onde ver: Netflix
Estreia: 23/2 (terça)
Classificação: 12 anos
Direção: David Tryhorn e Ben Nicholas
Duração: 1h48min

Comentários

Postagens mais visitadas