Encontrado antigo cemitério de animais no Egito


Na antiga cidade de Berenice, no Egito, mais de 500 túmulos de cães, gatos e macacos foram encontrados em um cemitério de 2 mil anos, revelando uma relação próxima entre os humanos e seus animais de estimação. Isso nos comprova que a paixão dos humanos por animais de estimação não é recente. Se hoje muitos donos fazem festas de aniversário para seus pets, há dois mil anos eles eram homenageados com coleiras, ornamentos e túmulos especiais.

Esse sítio arqueológico foi descoberto em 2011, mas os pesquisadores ainda não sabiam ao certo o que havia no local. Após uma escavação detalhada, cientistas da Academia Polonesa de Ciências encontraram 585 esqueletos de cães, gatos e macacos enterrados em covas individuais. Alguns deles portavam acessórios ou estavam cobertos por tecidos ou cerâmica, em um formato que lembra um sarcófago. O cemitério foi usado entre os séculos dois e um antes de Cristo.

Os ornamentos e a maneira como os animais foram sepultados indica que eles tinham uma relação próxima com os humanos, parecida com a que existe hoje. Os autores sugerem que a população de Berenice mantinha laços emocionais com seus bichos de estimação, já que enterrá-los dessa forma não oferecia nenhuma vantagem direta aos donos.

A pesquisa aguçou mais pesquisas sobre a relação entre humanos e animais de estimação na antiguidade. Ao que tudo indica, era bem parecida com a de hoje, pelo menos no Egito.

"A compaixão para com os animais é das mais nobres virtudes da natureza humana".
Charles Darwin

Comentários

Postagens mais visitadas