Messi e Cristiano Ronaldo: fim da linha na Champions


Um ciclo chega ao fim na UEFA Champions League. Com a eliminação do Barcelona na noite de hoje e com a eliminação da Juventus ontem, os dois maiores craques da última década estão eliminados de maneira precoce da competição novamente.

A dupla dominou a competição e o futebol nos últimos tempos. Messi ganhou seis bolas de ouro, Cristiano cinco. Cristiano ganhou cinco Champions, Messi quatro. Cristiano é o maior artilheiro da história da Champions, Messi o vice.

Ganharam muito no individual e no coletivo, mas hoje os craques que estão em fase final de carreira já podem pensar em passar o bastão.

Cristiano desde que saiu do Real Madrid, onde foi campeão em 2014, 2016, 2017 e 2018, rumo a Turim, não teve mais êxito. Eliminações precoces para Ajax em 2019, Lyon em 2020 e Porto agora em 2021.

Messi, por sua vez, foi campeão pela última vez em 2015. De lá para cá vexames e goleadas marcaram as eliminações do Barcelona para o Atlético de Madrid em 2016, para a Juventus em 2017, Roma em 2018, Liverpool em 2019, um humilhante 8 a 2 para o Bayern em 2020 e agora para o PSG em 2021.

Os craques ainda mantém alto nível em suas competições nacionais onde são artilheiros. Entretanto, na Champions League, onde o nível técnico é bem superior ao das ligas italiana e espanhola, os vexames das últimas temporadas vêm mostrando que o ciclo desses dois monstros infelizmente está chegando ao fim. Foi um prazer ver esses dois na Champions!

Comentários

Postagens mais visitadas