Ribéry e Robben - A dupla

O dia 18 de maio de 2019 foi de emoção na Allianz Arena, em Munique. Não apenas pela confirmação de mais um título de Bundesliga para o Bayern, o sétimo consecutivo, mas pela despedida de uma dupla que ajudou a escrever um dos períodos mais gloriosos na história do Bayern.

Ribéry e Robben não estão mais no gigante da Baviera na próxima temporada, o francês se aposentou e o holandês voltou às origens e hoje joga no clube que o revelou.

Juntos, eles viveram dramas, protagonizaram brigas e chegaram ao auge na conquista da Champions League em 2013. No final das contas, criaram uma rara relação de amizade e tiveram ainda o privilégio de se despedirem juntos. E com título.

O Bayern conquistou a Bundesliga na primeira temporada em que Robben e Ribéry dividiram o campo, 2009-10, mas nos dois anos seguintes viram o protagonismo no país ser roubado pelo Borussia Dortmund treinado por Jurgen Klopp. Para piorar o clima, por duas vezes sentiram o amargo sabor do vice-campeonato europeu (2010 e 2012).

Nas semifinais da Champions League 2011-12, a relação entre ambos chegou ao fundo do poço. O desentendimento começou na hora de ver quem bateria uma falta contra o Real Madrid. Quem acabou sendo o responsável pela cobrança foi Toni Kroos, mas a rusga foi até o vestiário e o francês acertou um soco no rosto do holandês que depois apareceria com um curativo abaixo do olho.

Ribéry foi punido pelo clube e se arrependeu. Foi a partir daquele momento que o Bayern cresceu de forma decisiva.

Em 2012-13, o Bayern contou com seus jogadores em um dos principais momentos nas pontas esquerda e direita. Os Bávaros conquistaram tudo, inclusive a tão sonhada Champions League. Até a finalíssima contra o rival Borussia Dortmund, Ribéry havia colocado o seu nome como grande destaque individual. Mas o herói do título foi o holandês, que chutou para longe o rótulo de “pipoqueiro" ao fazer o gol a vitória nos últimos minutos.

Os pontas seguiram decisivos nos anos seguintes vencendo juntos sete Bundesligas. O Bayern ainda segue no topo do futebol europeu, mas essa dupla aí da é motivo de saudade para o torcedor bávaro.

Comentários

Postagens mais visitadas